5 - Secagem e geração de energia térmica

  • 25 de abril de 2015
  • 11:00
  • 23 acessos
Otimização do processo de Secagem e da geração de energia térmica para a produção de Castanha – do – Brasil
     Estes processos promovem a melhoria da qualidade e a ampliação da capacidade de secagem no processamento industrial da castanhas-do-brasil na Usina de beneficiamento em Brasiléia. Com o apoio do Fundo foi feita a substituição de estufas de secagem de castanha, com capacidade de secagem de 1500 kg em 16hs, que além da eficiência, representa a possibilidade de melhor qualidade da castanha, que pode rançar se o processo de secagem for longo. 
     Além disto, foi implementado a geração de energia utilizando resíduos do processamento industrial da castanha-do-brasil (casca) para funcionamento dos equipamentos na Usina de processamento de castanha em Rio Branco. Com a instalação da briquetadeira, é realizada a utilização de resíduos do processamento industrial da castanha-do-brasil para confecção de briquetes de alto poder calorífico. Congregando diversos atributos positivos, com alta eficiência (densidade energética de 3.620.211 kcal/m³), otimização do transporte e armazenamento (1m³ ouriço ou briquete/3 m³ lenha), ao mesmo tempo que soluciona a questão do descarte deste resíduo.



  • COMPARTILHE: